27 de ago de 2012

II


O vento assovia
vira-viração

no cerrado o bicho espreita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário